A PRIMEIRA CIRURGIA CEREBRAL PROFUNDA DO MUNDO USANDO A HIPNOSE CURA UM PACIENTE IDOSO

,PAY-CEN_AnaestheticReplacement_01

Médicos alemães realizam  procedimento de estimulação cerebral profunda para curar mãos trêmulas severas de paciente de 73 anos, usando hipnose em vez de anestésico para controlar a dor do paciente.


O Hospital Universitário de Jena, no Estado de Turingia
No procedimento, as regiões do cérebro responsáveis ​​pelo tremor foram estimuladas eletricamente, fazendo com que o tremor fosse efetivamente suprimido para que o paciente, por exemplo, coma e escreva novamente sem perturbações.


Como eletrodos finos são implantados diretamente no fundo do cérebro, eles são frequentemente chamados de “pacemakers cerebrais”.A paciente de 73 anos, de Thuringia, na Alemanha, não havia alcançado melhora nos tremores com medicação, mas agora está satisfeita com o resultado da operação de seis horas feita pela equipe do Hospital Universitário de Jena.


Depois que os eletrodos são colocados na área cerebral afetada, os pacientes são acordados e se verifica se o tremor foi suprimido.

Normalmente, tais intervenções médicas são realizadas com anestesia, mas o efeito sedativo “pode ​​levar a resultados distorcidos”, disse o Dr. Rupert Reichart, chefe do departamento de neurocirurgia. “Sob hipnose, não há tais efeitos colateraisda anestesia. Esta é uma enorme vantagem para verificar se a ativação dos eletrodos foi bem sucedida”.

Para garantir a segurança da paciente durante a cirurgia, uma equipe de anestesistas esteve de prontidão para agir caso fosse necessário.

A clínica é um dos poucos centros na Alemanha que oferece estimulação cerebral profunda, realizando cerca de doze dessas operações por ano.

O Dr. Reichart realizou a hipnose durante o procedimento e manteve a paciente em transe durante toda a operação, enquanto o colega, Dr. Walter, realizou o procedimento.

Outro médico, Tino Prell, monitorou o sucesso do procedimento durante a operação e depois de a paciente (não nomeada nos relatórios de hipnose) ter sido despertada.

Segundo dr. Preel, “este procedimento permite uma verificação até agora sem precedentes sobre o efeito da estimulação cerebral profunda e, consequentemente,  uma instalação de eletrodo claramente melhor e mais bem direcionada do que nos procedimentos usuais sob narcose”.

O Dr. Reichart enfatizou que a hipnose “não tem nada a ver com esoterismo ou truques de mágicos de TV. “Claro, esse método não pode ser usado com todos os pacientes, mas os pacientes que não toleram a anestesia, por exemplo, podem se beneficiar disso – se quiserem se submeter ao processo”.

O Dr. Reichart adquiriu os conhecimentos necessários em hipnose médica na Universidade Médica de Viena e é um dos poucos neurocirurgiões na Alemanha com essa qualificação adicional.

Fonte: http://www.mirror.co.uk/news/world-news/worlds-first-deep-brain-surgery-9596821

Hipnose Clínica em Campinas- Milena ferreira 19 999229272

Hipnose Ericksoniana em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

Hipnoterapia em Campinas

Dra. Milena Ferreira

Sessão de hipnose preço- Consulte

Hipnose clínica preço- Consulte

Curso de hipnose -Campinas

Hipnose clínica-Curso

Valor da sessão de hipnose-Consulte

10 Principais dúvidas sobre hipnose!

dúvidas

 

Dúvidas mais frequentes e suas respostas

O que se sente quando se é hipnotizado?

A maioria dos pacientes diz sentir uma maravilhosa sensação de relaxamento físico e mental.

Todas as pessoas conseguem ser hipnotizadas?

Em princípio, se não existir qualquer perturbação psíquica ou deficiência cognitiva, sim. O que pode variar é o nível de profundidade que a pessoa entra em transe. Algumas pessoas realmente não conseguem entrar em transe profundo. A boa notícia é que para se realizar um tratamento, entrar em transe médio já é suficiente. E qualquer pessoa é capaz de relaxar física e mentalmente, podendo alcançar facilmente este estado.

Quantas sessões são necessárias para resolver o meu problema?

Se algum terapeuta prometer número de sessões, desconfie! Os resultados são relativos e variam de acordo com cada caso e cada cliente. Mas a hipnoterapia é para ser uma terapia rápida.

E se o hipnoterapeuta morrer durante o transe ou hipnose? Existe a possibilidade de ficar preso no estado de transe e não acordar mais?

Espero sinceramente que isso não ocorra na minha sessão! Neste caso podem ocorrer duas possibilidades: Ou o paciente volta do transe/hipnose sozinho, ou ele pode adormecer e acordar sentindo-se extremamente relaxado.

Vou me lembrar de tudo o que se passou durante o transe?

Sim. A maior parte das pessoas fica surpreendida pelo fato de se lembrarem do que aconteceu durante a consulta. Lembre-se que o transe hipnótico é somente um estado de consciência alterado, durante o qual está sempre consciente relativamente a tudo o que se passa e que é dito.

Vou perder o controle durante a hipnose? Posso falar o que não quero?

Não. Ninguém o pode hipnotizar contra a sua vontade, assim como não pode ser forçado a fazer ou dizer algo que não queira. Tem a liberdade de rejeitar quaisquer sugestões a qualquer momento, durante a sessão.

O que é Regressão?

É um processo induzido ou não que permite relembrar, compreender e integrar experiências marcantes vividas pela pessoa. Não importa se esse passado tenha ocorrido há uma semana ou há 30 anos atrás. Através de diferentes técnicas pode-se acessar fatos ocorridos durante a vida adulta, a adolescência, a infância, o nascimento e a vida intrauterina.

A regressão pode ser realizada para investigar traumas, medos, repressões, culpas e eventos mal resolvidos no passado que fazem com que você sinta-se reprimido e limitado na sua vida atual.

Hipnoterapia substitui a medicina convencional?

A hipnoterapia NÃO substitui a medicina convencional em nenhuma circunstância! Se tem algum problema de saúde, é imperativo que consulte o seu médico, informando o seu hipnoterapeuta sobre alguma medicação que lhe possa ter sido prescrita, assim como sobre alguma doença que possa ter sido diagnosticada.

Será que vou sentir vergonha de contar meu problema para o terapeuta?

O terapeuta é um profissional acostumado a atender todos os tipos de pessoas e situações que você imagina! Ele jamais vai te julgar ou fazer você se sentir mal.

As sessões de hipnoterapia são todas confidenciais?

Sim. Nenhuma informação será fornecida a quem quer que seja sem autorização prévia dada pelo cliente, exceto nos casos previstos na lei do país em questão.

Texto escrito por Sérgio Enrique.

Hipnose Ericksoniana em Campinas- Dra. Milena Ferreira 19 999229272

Hipnose clínica em Campinas

Hipnose em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

Hipnoterapia em Campinas

Terapia com hipnose

Regressão

A hipnose cura?

hipnose

Mas afinal, o que é mesmo a Hipnose?

Existem várias formas de explicar o que é a hipnose, mas a que mais gosto é: “A hipnose é um estado focado e relaxado, que pode ser natural ou induzido”. Entende-se consciência como a percepção do momento agora, através dos cinco sentidos: olfato, paladar, visão, audição e tato.

Mas como assim, um estado que pode ser natural? Não precisa de um “barbudo falando ao meu ouvido”?  Não mesmo. Você e eu passamos por este estado várias vezes ao longo do dia. Sabe quando você está tomando banho e pensando no que fez no dia de ontem, ou no que fará nas próximas horas? Este é um estado hipnótico. Ou você fica inteiramente entregue ao processo do banho, de forma sistemática e analisando quais partes do corpo irá lavar agora, qual irá lavar depois, o quanto de sabonete é necessário para isso ou para aquilo? Creio que a resposta é não. Creio não, torço por isso! (risos)

Mas e a cebola? E aquele pessoal imitando galinha na TV?

É tudo verdade. Acredite. Quando eu era criança, pensava que aquele barbudo dizia que daria dinheiro para aquelas pessoas fazerem o que ele pedia, mas não é bem isso. Ou melhor, não é nada disso! Hipnose é uma técnica séria e usada em consultórios para o tratamento de doenças psicológicas e físicas. Só que alguns deturpam a técnica e a utilizam para show. As pessoas ali estão em meio a várias câmeras e aceitaram participar de uma experiência. Naquele momento a atenção delas está voltada para o hipnólogo. Elas o empoderaram. Então (quase) tudo que ele pedir, elas farão. Elas farão, desde que não se esbarre no código ético delas. Se ele pedir para tirarem a roupa, se elas já não forem strippers, não farão. Fere os princípios delas. Comer cebola e imitar galinha não fere nenhum princípio certo? Se ao invés de cebola, fosse um bolo de excrementos, com vermes, certamente a pessoa iria rejeitar a sugestão hipnótica que lhe foi colocada. Mas falaremos mais sobre esse “código de ética” do nosso inconsciente a seguir.

Hipnose cura doenças?

Você já teve ou conhece alguém que teve gastrite nervosa? Então, se por intermédio de emoções ruins, estresse e outras situações incomodas, seu corpo é afetado ao ponto de somatizar, o inverso também é totalmente factível. Através do estado alterado de consciência, o hipnoterapeuta conduz seu inconsciente  até o ponto desejado por você. Ele se utiliza de seus valores e crenças, para “reorganizar suas engrenagens”, afim de que funcione tudo certinho, conforme seu desejo real.  E não tem nenhum perigo, afinal no seu inconsciente é que mora toda sua programação de vida. Sabe essa blusa vermelha que comprou na black friday? Você ter gostado dela, além do precinho bom da “bruzinha”, talvez algo lá atrás tenha feito gostar dessa cor. Quem sabe sua mamãe não te alegrava com um chocalho vermelho? No seu inconsciente está tudo que você considera que é correto, ético e bom. Se o hipnólogo disser qualquer coisa que você discordar, simplesmente você não irá assimilar e dará errado (viu como dizer que a técnica “não era científica” prejudicou as induções de Freud em seus pacientes? Para alguns, ser comprovado cientificamente é primordial, ainda mais naquela época).

Hipnose e sua regulamentação pela comunidade científica

Se Freud estivesse vivo agora, estaria mais tranquilo, seguro em utilizar a hipnose, afinal ela é regulamentada por várias áreas diferentes. No Brasil, por exemplo, a Hipnose é regulamentada pelo conselho federal de Medicina, Odontologia, Psicologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, como terapia capaz de contribuir no diagnóstico e nos tratamentos de problemas físicos e psicológicos.

Auto Hipnose? Que conversa é essa?

Mas você tem vergonha ou tá sem dinheiro para procurar um hipnoterapeuta para a hetero-hipnose (Hipnose feita por um um hipnoterapeuta. O contrário de auto-hipnose)? Aprenda a fazer hipnose com você mesmo. Se auto-hipnotize!

Você não precisa necessariamente de uma outra pessoa te hipnotizando. Claro, ter um profissional capacitado vai fazer toda a diferença, mas você pode aprender e ter excelentes resultados sozinho também. Seja para performance esportiva, auxílio a parturientes, emagrecimento, controle de dor, fobias, cirurgia sem anestesia, medo do motorzinho do dentista, insônia, traumas, doenças psicossomáticas ou até mesmo para estimular o organismo a combater qualquer doença.

Vou te sugerir uma auto-hipnose instantânea: imagine que o cansaço que sente agora, ou algum desconforto ou até mesmo uma dor sejam sujeirinhas em seu corpo. Uma dor é uma sujeirinha concentrada, enquanto um desconforto é uma sujeirinha espalhada. Feche seus olhos e imagine que está debaixo de uma cachoeira super segura e que a água está em uma temperatura muito confortável. Vá imaginando o toque destas águas em seu corpo. Como é sentir as águas desta cachoeira escorrendo pelos seus cabelos, costas… Agora imagine que as águas dessa cachoeira são capazes de te limpar e te purificar de qualquer sujeira que tenha.

Continue imaginando esta cena até ver cada pedacinho de cada sujeirinha que estava em seu corpo, no chão. Acompanhe o percurso de cada pedaço de sujeira, como por exemplo: uma sujeira que está no ombro, escorre pelo tórax, desce pelas pernas, pés e cai no chão. Faça isso calmamente, no seu ritmo e só abra os olhos depois que tudo estiver no chão. Pronto! Com um pouquinho de prática, você ficará fera e conseguirá se livrar de qualquer desconforto, sempre que quiser ou precisar. Pratique bastante!

Alvim Dias

Milena Ferreira – Hipnose em Campinas 19 999229272

hipnose clínica

Hipnose Ericksoniana

Hipnoterapia em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

O que é a hipnose clínica?

hipnose_clinica

 

 

                                                    O que é a hipnose clínica?

Quando se usa a hipnose para tratar um problema físico ou psicológico, chamamos o processo de hipnose clínica ou de hipnoterapia. A hipnose pode ser definida como um estadoalterado de consciência ou percepção. Em termos simples, a hipnose é um estado de profundo relaxamento no qual o consciente e o inconsciente do paciente podem ser focalizados para ficarem mais receptivos à sugestão terapêutica.

Quase todo mundo já experimentou alguma forma de hipnose em algum momento da sua vida. Pense numa vez em que você dirigia em uma estrada e se pegou, por um breve momento, inconsciente daquilo que estava fazendo, ou uma vez em que estava tão envolvido em um programa de televisão que nem se deu conta quando alguém entrou na sala. Na verdade, toda hipnose é auto-hipnose e o paciente está sempre no controle. Não há nada a temer, porque a hipnose é um processo completamente seguro quando é usada profissionalmente. O relaxamento que você vai experimentar será agradável e regenerador.

Em que problemas emocionais ou físicos a hipnose pode ser usada?

Na Psicologia: tabagismo, emagrecimento, fobias, depressão, ansiedade, problemas sexuais, alcoolismo, problemas de fala, terapia de regressão de idade, dores crônicas, autoestima e fortalecimento do ego e melhoras na concentração ou memória.

Na Medicina: psiquiatria, anestesia e cirurgia, doenças psicossomáticas, ginecologia e obstetrícia, controle de sangramento, tratamento de queimaduras, dermatologia, pediatria (enurese noturna, pesadelos, timidez e inadaptação), controle da dor, controle de vícios.

Na Odontologia: medo de ir ao dentista, cirurgia odontológica, bruxismo, controle de sangramento, controle da salivação excessiva e da dor, etc.

Há condições físicas ou emocionais nas quais não estão indicadas o tratamento pela hipnose?

O profissional encarregado deve tomar a decisão quanto à aplicabilidade do tratamento da hipnose. Ele deve obter um histórico completo do paciente para determinar se existem condições físicas ou emocionais que contraindiquem o uso da hipnose. O profissional provavelmente não utilizaria a hipnose com um pessoa que apresentasse doença coronária grave ou tivesse uma condição física que pudesse mascarar uma doença. Nos problemas emocionais severos como a psicose e estados “borderline”, a hipnoterapia pode ser inadequada.

O que acontece se eu não conseguir sair do transe hipnótico?

Nas mãos de um hipnólogo qualificado, não haverá perigo nenhum na utilização da hipnose. Como o paciente está no controle, não há dificuldade em sair do estado hipnótico. O hipnólogo fará um histórico completo antes de usar a hipnose e, se existir qualquer contraindicação ao seu uso, um outro tratamento será indicado.

Posso aprender a me hipnotizar?

Toda hipnose é auto-hipnose. O profissional assume o papel de agente ou instrutor para ajudá-lo a conseguir este estado agradável. Alguns hipnólogos gravam fitas para seus pacientes, para serem usadas entre as sessões ou no lugar de sessões repetitivas. Um bom exemplo é o uso da hipnose no tratamento de dores crônicas, onde muitas vezes, fitas são usadas pelo paciente conforme a sua necessidade.
MITOS SOBRE A HIPNOSE

Perda da consciência

Um dos maiores mitos sobre hipnose é que você perderá a consciência. A hipnose é um estado alterado de consciência, porém não se perde a consciência. Você ficará ciente de tudo em cada momento e ouvirá tudo que o hipnólogo estiver dizendo.

Enfraquece a vontade

A sua vontade não se enfraquecerá ou mudará de forma alguma. Você está no controle e, se desejar por qualquer razão sair do estado hipnótico, pode fazer isso simplesmente abrindo os olhos. Você não pode ser forçado a fazer nada contra a sua vontade. Os hipnotistas de palco gostam de que a plateia acredite que eles têm o controle absoluto sobre os seus sujeitos. O profissional deixa claro que o paciente tem o controle.

Fala espontânea

O paciente não começa, espontaneamente, a falar ou revelar informações que gostaria de manter em segredo. Você pode falar durante a hipnose e seu hipnólogo pode querer usar uma técnica que inclui conversa para ajudá-lo em seu problema.

Acaba-se dormindo

hipnose não é igual ao sono. Você não vai dormir. O padrão do eletroencefalograma durante a hipnose é diferente do padrão do eletroencefalograma durante o sono.

Hipnose Ericksoniana em Campinas -Milena Ferreira 19 999229272

Hipnose Clínica em Campinas

Hipnoterapia em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

Hipnose em campinas

Quais são os dois principais tipos de hipnose e para que servem?

duvida-enem

A hipnose é um estado natural da mente bastante focado e relaxado. Neste estado, devido ao foco, as pessoas podem escutar o hipnoterapeuta e ponderar com mais intensidade o que está sendo dito, muitas vezes, aceitando algumas sugestões.

O uso da hipnose para fins terapêuticos ficou conhecido como hipnoterapia, e consiste em induzir o paciente a ter hábitos mais saudáveis, curar traumas, tratar estresse, fobias, ansiedade, depressão, enfim, tudo que é tratado pela psicoterapia, o diferencial é que com a hipnose a psicoterapia vai acontecer de modo mais rápido por conta daquela intensidade mencionada.

O hipnólogo, por meio de técnicas específicas, pode ajudar a construir a autoestima, modificar problemas comportamentais, eliminar medos, fobias e ansiedade, tratar a depressão e aumentar a concentração, por exemplo.

A Hipnose Clássica de Dave Elman

elman

Dave Elman é conhecido como o pai da hipnose médica, além de ser o autor de obras importantes que servem de referência para o desenvolvimento da técnica, como Hypnotherapy, lançado em 1970.

Nesta abordagem, o hipnólogo aplica uma técnica de relaxamento muscular e mental em seu paciente para induzi-lo a um estado de transe visualmente parecido com o do sono. Normalmente esse processo é feito em um grupo muscular de cada vez, sendo os das pálpebras primeiro, seguidos pelos músculos maiores como o do braço e depois um relaxamento mental.

Outra possibilidade para conseguir acessar níveis mais profundos de consciência é por meio da imaginação do paciente, o que permite que vários fenômenos hipnóticos aconteçam. Quando o paciente se encontra completamente em transe, é possível sugestionar conselhos, visto que a hipnose altera a percepção e deixa o paciente mais aberto a novas ideias.

Esta é a hipnose de palco, ou a hipnose rápida que se acha nos vídeos do Youtube, ela serve mais para brincadeiras, não é eficaz na clínica enquanto sugestões, apenas suas induções.

A Hipnose Ericksoniana de Milton H. Erickson ou Hipnose clínica

erickson

A Hipnose Ericksoniana foi desenvolvida pelo psiquiatra Milton Erickson, profissional especializado em terapia familiar. Graças a ele foi possível revolucionar os tratamentos hipnóticos, pois seu modelo, diferentemente dos outros da época, proporcionava uma maior interação entre o terapeuta e o paciente.

O método é personalizado, ou seja, respeita as características individuais de seus pacientes, o que proporciona um maior foco na resolução de problemas. Segundo Erickson, os próprios pacientes são responsáveis por sua cura, sempre considerando que “não há pacientes resistentes, e sim maus terapeutas”.

Desse modo, o papel do hipnoterapeuta nessa abordagem é instruir o paciente para que ele entre em profunda concentração, a fim de colocá-lo em contato consigo mesmo. A ideia é usar os recursos de seu próprio subconsciente para tratar o que tem causado aflição.

Assim, a Hipnose Ericksoniana tem sido de grande valia para pacientes que desejam alcançar um maior nível de autoconhecimento e autocontrole. Além disso, é uma maneira natural e não invasiva de cura.

Podemos concluir, então, que ambos os tipos de hipnose são opções de tratamento interessantes, e que cada técnica deve ser utilizada respeitando a individualidade do paciente. Além disso, é possível associar ambas para a obtenção de uma abordagem mais completa ou adaptada à determinada situação.

Hipnose Clássica em Campinas-  Dra. Milena Ferreira 19 999229272

Hipnose clínica em Campinas

Hipnoterapia

Hipnoterapeuta

Hipnose Ericksoniana

Instituto Paulista de Hipnose

É possível utilizar a hipnose como cura para traumas psicológicos?

o-que-e-pnl1-800x480

Durante a vida, segundo a psicologia, a maioria de nós deve passar por alguma experiência que pode causar um trauma psicológico, o que, algumas vezes, acarreta comprometimentos cognitivos, emocionais e físicos. Mas essas consequências não precisam ser permanentes, graças à existência de diferentes métodos terapêuticos para curá-las ou, pelo menos, minimizá-las.

Entre essas técnicas está a hipnose, que, apesar de ainda gerar alguma desconfiança em muitas pessoas, é uma ferramenta de apoio ao diagnóstico e tratamento médico reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina. Para explicar como funciona a hipnose como cura, no entanto, é importante primeiro esclarecer como acontecem os traumas psicológicos.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura!

O que é um trauma psicológico

Assim como sugere o nome, um trauma psicológico nada mais é do que uma ferida inicialmente “não física” causada por algum evento de dor ou estresse psicológico que ultrapassa a capacidade da pessoa de lidar com esse tipo de sentimento e situação. Não é possível listar exatamente quais eventos causariam um trauma psicológico, porque a forma como cada pessoa encara esses episódios de dor ou estresse psicológico é única. Alguns exemplos, porém, são a morte trágica de um familiar ou um acidente de carro ou aéreo.

Ao contrário de lesões físicas, que se fecham naturalmente, a ferida psicológica conta com a ajuda do próprio cérebro para se manter aberta, por meio da memória. É ela quem organiza e reconstrói a experiência traumática, propiciando à pessoa reviver as mesmas emoções do evento traumático ao passar por algo semelhante ou relembrar o ocorrido. A partir disso, a pessoa apresenta sintomas cognitivos (confusão mental, incredulidade, pesadelos, etc.), emocionais (ansiedade, irritabilidade, tristeza, etc.) e até físicos (abuso de drogas, fadiga, náusea, etc.).

A hipnose como cura para o trauma psicológico

Por meio da hipnose, o terapeuta conduz a pessoa a um estado semelhante ao de extremo foco ou concentração, o transe. Nele, o cérebro opera entre o estado de vigília em que vive quando estamos acordados e a razão está controlando os instintos e emoções, e o estado de transe profundo, que é aquele em que a pessoa está desacordada. Isso permite que o terapeuta trabalhe para ressignificar os fatos traumáticos para a pessoa, diminuindo ou até eliminando o trauma e seus sintomas.

Além de localizar a origem do trauma e fazer com que a pessoa perceba os eventos de uma forma diferente — por vezes, conduzindo-a para que ela avalie o acontecimento traumático a partir da perspectiva de um observador externo e, por outras, ajudando a desapegar das emoções negativas ligados ao trauma — o terapeuta procura, também, restabelecer a sensação de proteção do paciente e regular a sensação de afeto, lhe ajudando a desenvolver novas habilidades para lidar com outras situações de estresse psicológico.

Não existe uma forma única de conduzir uma sessão de hipnose, por isso, alguns terapeutas podem optar por uma conversa antes da condução ao transe ou só explicar rapidamente o que acontecerá na sessão. A forma como é feita a condução e o acesso a memórias traumáticas também pode variar, por isso, é difícil dizer com certeza se haverá lembranças claras do que foi dito durante o transe ou não.

Independentemente dos métodos, os resultados podem ser obtidos em apenas algumas sessões. A cura ou minimização dos traumas, no entanto, vai depender não apenas da sessão ou da qualidade do profissional, mas também da predisposição do paciente para se deixar hipnotizar e da crença no próprio uso da hipnose como cura.

Você já usou a hipnose ou alguma outra terapia para curar traumas psicológicos? Comente abaixo e conte para a gente a sua experiência!

Texto escrito por Erick Heslan

Hipnose em Campinas é com Dra. Milena Ferreira 19 999229272

Hipnoterapia em Campinas

Hipnose Ericksoniana

Hipnoterapeuta em Campinas Dra. Milena Ferreira

 

Mini curso gratuito de auto- hipnose

curso

Olá!Aqui é a Milena Ferreira, psicóloga e hipnoterapeuta em Campinas, hoje estou aqui com você para falar sobre auto-hipnose.Você sabe o que é e para que serve?

Bom, a auto-hipnose é mais uma das técnicas da hipnose, serve para ajudá-lo a atingir objetivos , sejam pessoais, profissionais ou, até mesmo, financeiros.

Aprenda mais sobre a auto-hipnose neste mini curso gratuito, aqui disponibilizo todos os links, aproveite e se inscreva no meu canal para receber novidades :D!

Vídeo 1   ;   Vídeo 2  ; Vídeo 3  ; Vídeo 4  ; Vídeo 5  ; Vídeo 6  ; Vídeo 7

Instituto Paulista de Hipnose- Hipnose em Campinas

Hipnoterapia em Campinas- Milena Ferreira

Curso de hipnose em Campinas

Hipnose Ericksoniana em Campinas

Hipnose clássica em Campinas

Hipnose rápida em Campinas

Hipnólogo em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas