Formação em Hipnose em Campinas!

outubrofinal

Finalmente abriram as inscrições para o curso mais completo em hipnose rápida!Confira o conteúdo:

-Breve histórico da hipnose

-Dave Elman

-Milton Erickson

-Hipnose

-Níveis de transe

-Rapport

-Pré-Talk

-yes set

-truísmos

-Voz hipnótica

-Pseudo hipnose

-dedos magnéticos

-Mãos magnéticas

-Olhos colados

-Mãos coladas

-Mãos magnéticas

-spiegel eye roll test

-Amnésia

-Indução de Dave Elman

-O falso aperto de mão de Dave Elman

-O falso aperto de mão de Richard Bandler

-espiral hipnótico

-Induções de choque: Hand drop, indução das oito palavras,arm pull

-Sugestões pós-hipnóticas

-despertar

-Hipnose Ericksoniana uma introdução

-Indução ericksoniana

-Condução ericksoniana

-Padrão de linguagem ericksoniano

-O lugar seguro

-Respiração azul-Exercício para ansiedade

-Balão gástrico hipnótico

-Técnica para dor

-Analgesia

-Anestesia

-Regressão

-Progressão

-Auto-hipnose

O Valor do curso é R$ 1000 à vista por depósito ( basta entrar em contato através do whatsapp 19 999229272 ou e-mail milena@hipnosecampinas.com e pedir os dados) ou R$ 1200 em até 10x com juros do seu cartão, clique no link e adquira sua Formação em Hipnose!

http://hipnosecampinas.com/produto/formacao-em-hipnose/

 

Depoimentos:

Depoimento sobre o curso

Mais depoimento sobre o curso.

 

10 Principais dúvidas sobre hipnose!

dúvidas

 

Dúvidas mais frequentes e suas respostas

O que se sente quando se é hipnotizado?

A maioria dos pacientes diz sentir uma maravilhosa sensação de relaxamento físico e mental.

Todas as pessoas conseguem ser hipnotizadas?

Em princípio, se não existir qualquer perturbação psíquica ou deficiência cognitiva, sim. O que pode variar é o nível de profundidade que a pessoa entra em transe. Algumas pessoas realmente não conseguem entrar em transe profundo. A boa notícia é que para se realizar um tratamento, entrar em transe médio já é suficiente. E qualquer pessoa é capaz de relaxar física e mentalmente, podendo alcançar facilmente este estado.

Quantas sessões são necessárias para resolver o meu problema?

Se algum terapeuta prometer número de sessões, desconfie! Os resultados são relativos e variam de acordo com cada caso e cada cliente. Mas a hipnoterapia é para ser uma terapia rápida.

E se o hipnoterapeuta morrer durante o transe ou hipnose? Existe a possibilidade de ficar preso no estado de transe e não acordar mais?

Espero sinceramente que isso não ocorra na minha sessão! Neste caso podem ocorrer duas possibilidades: Ou o paciente volta do transe/hipnose sozinho, ou ele pode adormecer e acordar sentindo-se extremamente relaxado.

Vou me lembrar de tudo o que se passou durante o transe?

Sim. A maior parte das pessoas fica surpreendida pelo fato de se lembrarem do que aconteceu durante a consulta. Lembre-se que o transe hipnótico é somente um estado de consciência alterado, durante o qual está sempre consciente relativamente a tudo o que se passa e que é dito.

Vou perder o controle durante a hipnose? Posso falar o que não quero?

Não. Ninguém o pode hipnotizar contra a sua vontade, assim como não pode ser forçado a fazer ou dizer algo que não queira. Tem a liberdade de rejeitar quaisquer sugestões a qualquer momento, durante a sessão.

O que é Regressão?

É um processo induzido ou não que permite relembrar, compreender e integrar experiências marcantes vividas pela pessoa. Não importa se esse passado tenha ocorrido há uma semana ou há 30 anos atrás. Através de diferentes técnicas pode-se acessar fatos ocorridos durante a vida adulta, a adolescência, a infância, o nascimento e a vida intrauterina.

A regressão pode ser realizada para investigar traumas, medos, repressões, culpas e eventos mal resolvidos no passado que fazem com que você sinta-se reprimido e limitado na sua vida atual.

Hipnoterapia substitui a medicina convencional?

A hipnoterapia NÃO substitui a medicina convencional em nenhuma circunstância! Se tem algum problema de saúde, é imperativo que consulte o seu médico, informando o seu hipnoterapeuta sobre alguma medicação que lhe possa ter sido prescrita, assim como sobre alguma doença que possa ter sido diagnosticada.

Será que vou sentir vergonha de contar meu problema para o terapeuta?

O terapeuta é um profissional acostumado a atender todos os tipos de pessoas e situações que você imagina! Ele jamais vai te julgar ou fazer você se sentir mal.

As sessões de hipnoterapia são todas confidenciais?

Sim. Nenhuma informação será fornecida a quem quer que seja sem autorização prévia dada pelo cliente, exceto nos casos previstos na lei do país em questão.

Texto escrito por Sérgio Enrique.

Hipnose Ericksoniana em Campinas- Dra. Milena Ferreira 19 999229272

Hipnose clínica em Campinas

Hipnose em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

Hipnoterapia em Campinas

Terapia com hipnose

Regressão

A hipnose cura?

hipnose

Mas afinal, o que é mesmo a Hipnose?

Existem várias formas de explicar o que é a hipnose, mas a que mais gosto é: “A hipnose é um estado focado e relaxado, que pode ser natural ou induzido”. Entende-se consciência como a percepção do momento agora, através dos cinco sentidos: olfato, paladar, visão, audição e tato.

Mas como assim, um estado que pode ser natural? Não precisa de um “barbudo falando ao meu ouvido”?  Não mesmo. Você e eu passamos por este estado várias vezes ao longo do dia. Sabe quando você está tomando banho e pensando no que fez no dia de ontem, ou no que fará nas próximas horas? Este é um estado hipnótico. Ou você fica inteiramente entregue ao processo do banho, de forma sistemática e analisando quais partes do corpo irá lavar agora, qual irá lavar depois, o quanto de sabonete é necessário para isso ou para aquilo? Creio que a resposta é não. Creio não, torço por isso! (risos)

Mas e a cebola? E aquele pessoal imitando galinha na TV?

É tudo verdade. Acredite. Quando eu era criança, pensava que aquele barbudo dizia que daria dinheiro para aquelas pessoas fazerem o que ele pedia, mas não é bem isso. Ou melhor, não é nada disso! Hipnose é uma técnica séria e usada em consultórios para o tratamento de doenças psicológicas e físicas. Só que alguns deturpam a técnica e a utilizam para show. As pessoas ali estão em meio a várias câmeras e aceitaram participar de uma experiência. Naquele momento a atenção delas está voltada para o hipnólogo. Elas o empoderaram. Então (quase) tudo que ele pedir, elas farão. Elas farão, desde que não se esbarre no código ético delas. Se ele pedir para tirarem a roupa, se elas já não forem strippers, não farão. Fere os princípios delas. Comer cebola e imitar galinha não fere nenhum princípio certo? Se ao invés de cebola, fosse um bolo de excrementos, com vermes, certamente a pessoa iria rejeitar a sugestão hipnótica que lhe foi colocada. Mas falaremos mais sobre esse “código de ética” do nosso inconsciente a seguir.

Hipnose cura doenças?

Você já teve ou conhece alguém que teve gastrite nervosa? Então, se por intermédio de emoções ruins, estresse e outras situações incomodas, seu corpo é afetado ao ponto de somatizar, o inverso também é totalmente factível. Através do estado alterado de consciência, o hipnoterapeuta conduz seu inconsciente  até o ponto desejado por você. Ele se utiliza de seus valores e crenças, para “reorganizar suas engrenagens”, afim de que funcione tudo certinho, conforme seu desejo real.  E não tem nenhum perigo, afinal no seu inconsciente é que mora toda sua programação de vida. Sabe essa blusa vermelha que comprou na black friday? Você ter gostado dela, além do precinho bom da “bruzinha”, talvez algo lá atrás tenha feito gostar dessa cor. Quem sabe sua mamãe não te alegrava com um chocalho vermelho? No seu inconsciente está tudo que você considera que é correto, ético e bom. Se o hipnólogo disser qualquer coisa que você discordar, simplesmente você não irá assimilar e dará errado (viu como dizer que a técnica “não era científica” prejudicou as induções de Freud em seus pacientes? Para alguns, ser comprovado cientificamente é primordial, ainda mais naquela época).

Hipnose e sua regulamentação pela comunidade científica

Se Freud estivesse vivo agora, estaria mais tranquilo, seguro em utilizar a hipnose, afinal ela é regulamentada por várias áreas diferentes. No Brasil, por exemplo, a Hipnose é regulamentada pelo conselho federal de Medicina, Odontologia, Psicologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, como terapia capaz de contribuir no diagnóstico e nos tratamentos de problemas físicos e psicológicos.

Auto Hipnose? Que conversa é essa?

Mas você tem vergonha ou tá sem dinheiro para procurar um hipnoterapeuta para a hetero-hipnose (Hipnose feita por um um hipnoterapeuta. O contrário de auto-hipnose)? Aprenda a fazer hipnose com você mesmo. Se auto-hipnotize!

Você não precisa necessariamente de uma outra pessoa te hipnotizando. Claro, ter um profissional capacitado vai fazer toda a diferença, mas você pode aprender e ter excelentes resultados sozinho também. Seja para performance esportiva, auxílio a parturientes, emagrecimento, controle de dor, fobias, cirurgia sem anestesia, medo do motorzinho do dentista, insônia, traumas, doenças psicossomáticas ou até mesmo para estimular o organismo a combater qualquer doença.

Vou te sugerir uma auto-hipnose instantânea: imagine que o cansaço que sente agora, ou algum desconforto ou até mesmo uma dor sejam sujeirinhas em seu corpo. Uma dor é uma sujeirinha concentrada, enquanto um desconforto é uma sujeirinha espalhada. Feche seus olhos e imagine que está debaixo de uma cachoeira super segura e que a água está em uma temperatura muito confortável. Vá imaginando o toque destas águas em seu corpo. Como é sentir as águas desta cachoeira escorrendo pelos seus cabelos, costas… Agora imagine que as águas dessa cachoeira são capazes de te limpar e te purificar de qualquer sujeira que tenha.

Continue imaginando esta cena até ver cada pedacinho de cada sujeirinha que estava em seu corpo, no chão. Acompanhe o percurso de cada pedaço de sujeira, como por exemplo: uma sujeira que está no ombro, escorre pelo tórax, desce pelas pernas, pés e cai no chão. Faça isso calmamente, no seu ritmo e só abra os olhos depois que tudo estiver no chão. Pronto! Com um pouquinho de prática, você ficará fera e conseguirá se livrar de qualquer desconforto, sempre que quiser ou precisar. Pratique bastante!

Alvim Dias

Milena Ferreira – Hipnose em Campinas 19 999229272

hipnose clínica

Hipnose Ericksoniana

Hipnoterapia em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

O que é a hipnose clínica?

hipnose_clinica

 

 

                                                    O que é a hipnose clínica?

Quando se usa a hipnose para tratar um problema físico ou psicológico, chamamos o processo de hipnose clínica ou de hipnoterapia. A hipnose pode ser definida como um estadoalterado de consciência ou percepção. Em termos simples, a hipnose é um estado de profundo relaxamento no qual o consciente e o inconsciente do paciente podem ser focalizados para ficarem mais receptivos à sugestão terapêutica.

Quase todo mundo já experimentou alguma forma de hipnose em algum momento da sua vida. Pense numa vez em que você dirigia em uma estrada e se pegou, por um breve momento, inconsciente daquilo que estava fazendo, ou uma vez em que estava tão envolvido em um programa de televisão que nem se deu conta quando alguém entrou na sala. Na verdade, toda hipnose é auto-hipnose e o paciente está sempre no controle. Não há nada a temer, porque a hipnose é um processo completamente seguro quando é usada profissionalmente. O relaxamento que você vai experimentar será agradável e regenerador.

Em que problemas emocionais ou físicos a hipnose pode ser usada?

Na Psicologia: tabagismo, emagrecimento, fobias, depressão, ansiedade, problemas sexuais, alcoolismo, problemas de fala, terapia de regressão de idade, dores crônicas, autoestima e fortalecimento do ego e melhoras na concentração ou memória.

Na Medicina: psiquiatria, anestesia e cirurgia, doenças psicossomáticas, ginecologia e obstetrícia, controle de sangramento, tratamento de queimaduras, dermatologia, pediatria (enurese noturna, pesadelos, timidez e inadaptação), controle da dor, controle de vícios.

Na Odontologia: medo de ir ao dentista, cirurgia odontológica, bruxismo, controle de sangramento, controle da salivação excessiva e da dor, etc.

Há condições físicas ou emocionais nas quais não estão indicadas o tratamento pela hipnose?

O profissional encarregado deve tomar a decisão quanto à aplicabilidade do tratamento da hipnose. Ele deve obter um histórico completo do paciente para determinar se existem condições físicas ou emocionais que contraindiquem o uso da hipnose. O profissional provavelmente não utilizaria a hipnose com um pessoa que apresentasse doença coronária grave ou tivesse uma condição física que pudesse mascarar uma doença. Nos problemas emocionais severos como a psicose e estados “borderline”, a hipnoterapia pode ser inadequada.

O que acontece se eu não conseguir sair do transe hipnótico?

Nas mãos de um hipnólogo qualificado, não haverá perigo nenhum na utilização da hipnose. Como o paciente está no controle, não há dificuldade em sair do estado hipnótico. O hipnólogo fará um histórico completo antes de usar a hipnose e, se existir qualquer contraindicação ao seu uso, um outro tratamento será indicado.

Posso aprender a me hipnotizar?

Toda hipnose é auto-hipnose. O profissional assume o papel de agente ou instrutor para ajudá-lo a conseguir este estado agradável. Alguns hipnólogos gravam fitas para seus pacientes, para serem usadas entre as sessões ou no lugar de sessões repetitivas. Um bom exemplo é o uso da hipnose no tratamento de dores crônicas, onde muitas vezes, fitas são usadas pelo paciente conforme a sua necessidade.
MITOS SOBRE A HIPNOSE

Perda da consciência

Um dos maiores mitos sobre hipnose é que você perderá a consciência. A hipnose é um estado alterado de consciência, porém não se perde a consciência. Você ficará ciente de tudo em cada momento e ouvirá tudo que o hipnólogo estiver dizendo.

Enfraquece a vontade

A sua vontade não se enfraquecerá ou mudará de forma alguma. Você está no controle e, se desejar por qualquer razão sair do estado hipnótico, pode fazer isso simplesmente abrindo os olhos. Você não pode ser forçado a fazer nada contra a sua vontade. Os hipnotistas de palco gostam de que a plateia acredite que eles têm o controle absoluto sobre os seus sujeitos. O profissional deixa claro que o paciente tem o controle.

Fala espontânea

O paciente não começa, espontaneamente, a falar ou revelar informações que gostaria de manter em segredo. Você pode falar durante a hipnose e seu hipnólogo pode querer usar uma técnica que inclui conversa para ajudá-lo em seu problema.

Acaba-se dormindo

hipnose não é igual ao sono. Você não vai dormir. O padrão do eletroencefalograma durante a hipnose é diferente do padrão do eletroencefalograma durante o sono.

Hipnose Ericksoniana em Campinas -Milena Ferreira 19 999229272

Hipnose Clínica em Campinas

Hipnoterapia em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

Hipnose em campinas

Técnica de Betty Erickson para a auto-hipnose

oqueeautohipnose

 

Então você quer se comunicar com a sua mente inconsciente. Isso certamente é uma boa ideia, não é?

Ser capaz de se comunicar com a sua mente inconsciente permite que você faça muitas coisas com mais facilidade.

Para aqueles que estão surpresos – eu sei que alguns estarão -, algumas das aplicações específicas incluem:

– pegar no sono com mais facilidade
– mudança de estados emocionais
– liberar as emoções
– recarregar-se rapidamente
– solucionar problemas
– meditar
– tomar decisões
– relaxar
– lembrar dos sonhos e muito mais.

Eu descobri que a maneira mais efetiva de alcançar resultados na comunicação com a minha mente inconsciente é o método da Indução de Betty Erickson (Betty era filha de Milton). Esse é um processo de auto-hipnose facilmente aprendido e que tem várias utilidades.

Eu gosto de compartilhar esse processo com clientes e criar uma ponte ao futuro com a capacidade deles de acessar a sabedoria interna e de serem capazes de relaxar completamente conforme a vontade deles. Formar uma relação que funcione com a mente inconsciente de alguém é um fator incrivelmente poderoso no processo da mudança humana.

Os resultados ao darmos tarefas à mente inconsciente podem ser bastante surpreendentes. Uma vez eu tinha que tomar uma decisão de vida, e estava achando a escolha extremamente desafiadora. Numa noite, ao ir dormir, fiz o seguinte processo: pedi à minha mente inconscienteque tomasse a melhor decisão possível, e me informasse na manhã seguinte. Fui dormir e me esqueci do assunto. No dia seguinte, um amigo me perguntou o que eu ia fazer, e sem hesitar, eu respondi com a decisão. Quando me dei conta conscientemente do que tinha dito, fiquei surpresa. Eu sabia de uma maneira muito cinestésica que a tomada de decisão estava concluída e eu me sentia congruente. Já a minha mente consciente não tinha feito nada!

Tudo que você precisa fazer é agir “como se”, confiar na sua mente inconsciente e usar a Indução de Betty Erickson para acessar a impressionante capacidade da mente inconsciente para solucionar os desafios.

O método de Betty Erickson   (Adaptado por Lynn Timpany, Trainer de PNL)

Esse é um processo para acessar um estado muito relaxado e facilitar a comunicação com a sua mente inconsciente.

  1. Encontre um lugar confortável e relaxe o seu corpo.
    Pode ser por volta de 8 horas se você for dormir, ou apenas alguns minutos se você quiser mudar rapidamente o modo como está se sentindo.
  2. Decida a duração do tempo que você gostaria de ficar nesse estado relaxado.
    Pode ser por volta de 8 horas se você for dormir, ou apenas alguns minutos se você quiser mudar rapidamente o modo como está se sentindo.
  3. Diga a você mesmo qual o propósito para fazer esse processo, bem especificamente.
    Por exemplo, tomar uma decisão sobre um novo emprego: “Eu gostaria de avaliar detalhadamente todas as informações e saber conscientemente a minha decisão sobre o novo emprego amanhã ao meio-dia.”
  4. Decida em que estado emocional você quer estar quando acabar o tempo do relaxamento.
    • Agora comece a reparar em 3 coisas que você está vendo.
      Se estiver descansando de olhos fechados, essas coisas serão imaginadas.
      Diga a você mesmo: “Eu vejo …(ex. a janela), eu vejo … e eu vejo …”
    • Agora repare em 3 coisas que você ouve.
      Podem ser coisas reais que você ouve, ou coisas imaginadas.
      Diga a você mesmo: “Eu ouço … (o ruído do trânsito), eu ouço … e eu ouço …”
    • E agora, 3 coisas que você sente.
      Escolha sensações físicas como a sensação da língua na sua boca, ou a sensação da respiração fluindo para fora e para dentro, ou a quentura do lugar onde a suas costas estão descansando.
      Diga para você mesmo: “Eu sinto … (meus pés no chão), eu sinto … e eu sinto …”

Procedendo de maneira semelhante, permita-se relaxar e desacelerar enquanto você prossegue. Se você achar que a sua mente se desviou para alguma outra coisa, então gentilmente traga o seu pensamento de volta e comece de novo com as 3 coisas. Depois…

  • 2 coisas que você vê.
  • 2 coisas que você ouve.
  • 2 coisas que você sente.
  • 1 coisa que você vê.
  • 1 coisa que você ouve.
  • 1 coisa que você sente.

Depois observe qual das suas mãos você sente mais leve, e quando o perceber, você pode imaginar essa mão tocando no seu rosto de modo que você esteja em um transe, e simplesmente deixe-se levar.

O artigo original: The Betty Erikson Technique for Self-Hypnosis

Hipnose Ericksoniana em Campinas-  Milena Ferreira 999229272

Hipnose Clínica em Campinas

Curso de hipnose em Campinas

Hipnoterapeuta em campinas

Terapia com hipnose em Campinas

Hipnose no tratamento da ansiedade

paz

“Se você está deprimido, você está vivendo no passado; se você está ansioso, você está vivendo no futuro; se você está em paz, você está vivendo no presente. ” – Lao Tzu.

Nunca na história da humanidade, as pessoas adoeceram tanto suas mentes, quanto nesse século. As enfermidades da alma têm se generalizado principalmente nas selvas de pedra e enquanto nas florestas, muitos indígenas vivem bem, apesar de enfrentarem leões e ursos para sobreviverem, o “homem civilizado”, que não precisa lidar com esse tipo de risco mortal, padece diante da agressividade dos seus próprios sentimentos.

A dificuldade de viver e aproveitar o momento presente é evidente, enquanto os deprimidos vivem no passado, os ansiosos vivem no futuro e sofrem por antecipação, sufocando-se em suas próprias expectativas, e na verdade, esse é o significado da palavra ansiedade, originada no latim anxietas, que significa “angústia”, “ansiedade”, de anxius = “perturbado”, “pouco à vontade”, de anguere = “apertar”, “sufocar”.

O problema não é a ansiedade em si, já que se trata de um mecanismo de defesa que nos ajuda a prever determinadas situações e se adaptar para não sermos afetados por elas, mas o excesso da mesma, chamada de ansiedade disfuncional, que pode acarretar em doenças psicológicas mais graves como Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), Transtorno de Ansiedade, Transtorno do pânico, Estresse Pós-traumático e Fobias específicas.

A vida de uma pessoa ansiosa não é fácil, o sofrimento é constante e realmente é muito difícil conviver com o medo do futuro, afinal, tudo é tão incerto, não é mesmo? É assim que pensa o ansioso, vive sob a perspectiva de “Tudo que vem de mim é seguro e tudo que vem de fora e não está sob controle é perigoso”.

Os sintomas mais básicos da ansiedade são inquietação, coração acelerado, sensação de desconforto e suor intenso, mas esses sintomas podem se ampliar em falta de ar, tonturas, tremores, sensação de desmaio, confusão e formigamento nas mãos e nos pés.

Uma pessoa ansiosa também tem que conviver muitas vezes com dores físicas no peito, nas articulações e dores de cabeça, entretanto, se esse é o seu caso ou de alguém que você conhece, não se desespere, há uma solução e ela pode estar perto, ou mais precisamente, dentro de você, em sua própria mente.

Segundo pesquisas, 95% das enfermidades são psicossomáticas, ou seja, surgem a partir de desequilíbrios na mente e grande parte, se não toda a correção desses problemas, pode ser obtida por meio de uma reprogramação mental.

“A lei da mente é implacável. O que você pensa, você cria. O que você sente, você atrai. O que você acredita, torna-se realidade. ”

Essa frase é totalmente verdadeira, pelo menos no que tange aos transtornos de ansiedade. A mesma “lei da mente” que condena um indivíduo a viver infeliz, também pode salvá-lo dessa infelicidade, a partir do momento que ele assume o controle dos seus pensamentos, tem em suas mãos os recursos necessários para revolucionar sua vida.

tratamento com hipnoterapia tem se mostrado mais eficaz do que outros tratamentos, ou seja, com resultados consistentes e em um curto período de tempo. Em poucas sessões, o paciente já consegue perceber o início de mudanças significativas e duradouras no seu modo de pensar e consequentemente, no modo de agir.

A hipnose clínica, ao contrário do que muitos pensam, não se limita a tratar os sintomas, mas vai na origem do problema, limpando as conexões da mente, abrindo a visão do paciente para as novas possibilidades.

No tratamento com hipnose, trabalha-se na dimensão das emoções, para baixar os níveis de ansiedade do paciente através de relaxamento, técnicas de respiração e um trabalho mais profundo para desacelerar “a cabeça há 1000 por hora”, repleta de imagens inquietantes e simplesmente redesenhar cada uma delas, mudar as paisagens, fazer a substituição dos pensamentos negativos por pensamentos positivos, saudáveis e que gerem mais qualidade de vida!

Na hipnoterapia, são trabalhadas não somente os sintomas, mas também as causas emocionais do problema, e  quando a causa é encontrada e resolvida, os sentimentos ansiosos deixam de se manifestar e naturalmente a pessoa se equilibra e passa a viver uma vida feliz e saudável, sem ansiedade. É como tirar um grande peso das costas.

Você pode imaginar como será sua vida a partir do momento em que você assumir o controle dos seus pensamentos? Esse dia será maravilhoso porque livre da ansiedade, uma pessoa pode ser melhor mãe, melhor pai, patrão, funcionário, aluno, não ser mais escrava da pressa, pode ir aonde quiser, vivenciando o momento presente de maneira intensa e positiva.

Hipnose clínica em Campinas- Milena ferreira 19 999229272

Hipnose Ericksoniana em Campinas

Hipnose para ansiedade em Campinas

Hipnoterapia em Campinas

Hipnoterapeuta em Campinas

 

Como a hipnose clínica pode ajudar você?

hipnose_clinica

Infelizmente quando se fala em hipnose o que predomina é um conhecimento estereotipado e superficial sobre a hipnose de palco.

A hipnose clínica ou Ericksoniana é capaz de auxiliar no tratamento de diversos problemas emocionais e físicos.

Na hipnose clínica o paciente não é submetido diretamente a comandos ou a situações embaraçosas do tipo “comer cebola achando que é maçã.”

O paciente ou cliente permanece num estado muito focado e relaxado e, neste estado, o hipnoterapeuta atua como guia ou facilitador que estimula o paciente a encontrar dentro de si  as respostas  e recursos necessários ao seu desenvolvimento ou cura. O hipnoterapeuta mostra,também, ao cliente, como ele é capaz de lidar com o problema específico com seus próprios recursos e maturidade. Para isso o terapeuta ressignifica ( faz o paciente olhar de outro modo) a situação.

O cliente aprende a lidar melhor com seus próprios sentimentos , dominar a si mesmo e vencer os limites que, na verdade, estavam apenas em sua mente. Através do autoconhecimento e ressignificando as situações, o paciente alcança a cura.

O principal benefício da hipnose é que com ela o tratamento é muito mais rápido que na psicoterapia tradicional, proporcionando, assim, qualidade de vida de forma rápida e eficaz.

Hipnose clínica em Campinas-  Dra. Milena Ferreira 19 999229272

Hipnose clássica em Campinas

Hipnoterapia

Hipnoterapeuta

Hipnose Ericksoniana

Instituto Paulista de Hipnose

Quais são os dois principais tipos de hipnose e para que servem?

duvida-enem

A hipnose é um estado natural da mente bastante focado e relaxado. Neste estado, devido ao foco, as pessoas podem escutar o hipnoterapeuta e ponderar com mais intensidade o que está sendo dito, muitas vezes, aceitando algumas sugestões.

O uso da hipnose para fins terapêuticos ficou conhecido como hipnoterapia, e consiste em induzir o paciente a ter hábitos mais saudáveis, curar traumas, tratar estresse, fobias, ansiedade, depressão, enfim, tudo que é tratado pela psicoterapia, o diferencial é que com a hipnose a psicoterapia vai acontecer de modo mais rápido por conta daquela intensidade mencionada.

O hipnólogo, por meio de técnicas específicas, pode ajudar a construir a autoestima, modificar problemas comportamentais, eliminar medos, fobias e ansiedade, tratar a depressão e aumentar a concentração, por exemplo.

A Hipnose Clássica de Dave Elman

elman

Dave Elman é conhecido como o pai da hipnose médica, além de ser o autor de obras importantes que servem de referência para o desenvolvimento da técnica, como Hypnotherapy, lançado em 1970.

Nesta abordagem, o hipnólogo aplica uma técnica de relaxamento muscular e mental em seu paciente para induzi-lo a um estado de transe visualmente parecido com o do sono. Normalmente esse processo é feito em um grupo muscular de cada vez, sendo os das pálpebras primeiro, seguidos pelos músculos maiores como o do braço e depois um relaxamento mental.

Outra possibilidade para conseguir acessar níveis mais profundos de consciência é por meio da imaginação do paciente, o que permite que vários fenômenos hipnóticos aconteçam. Quando o paciente se encontra completamente em transe, é possível sugestionar conselhos, visto que a hipnose altera a percepção e deixa o paciente mais aberto a novas ideias.

Esta é a hipnose de palco, ou a hipnose rápida que se acha nos vídeos do Youtube, ela serve mais para brincadeiras, não é eficaz na clínica enquanto sugestões, apenas suas induções.

A Hipnose Ericksoniana de Milton H. Erickson ou Hipnose clínica

erickson

A Hipnose Ericksoniana foi desenvolvida pelo psiquiatra Milton Erickson, profissional especializado em terapia familiar. Graças a ele foi possível revolucionar os tratamentos hipnóticos, pois seu modelo, diferentemente dos outros da época, proporcionava uma maior interação entre o terapeuta e o paciente.

O método é personalizado, ou seja, respeita as características individuais de seus pacientes, o que proporciona um maior foco na resolução de problemas. Segundo Erickson, os próprios pacientes são responsáveis por sua cura, sempre considerando que “não há pacientes resistentes, e sim maus terapeutas”.

Desse modo, o papel do hipnoterapeuta nessa abordagem é instruir o paciente para que ele entre em profunda concentração, a fim de colocá-lo em contato consigo mesmo. A ideia é usar os recursos de seu próprio subconsciente para tratar o que tem causado aflição.

Assim, a Hipnose Ericksoniana tem sido de grande valia para pacientes que desejam alcançar um maior nível de autoconhecimento e autocontrole. Além disso, é uma maneira natural e não invasiva de cura.

Podemos concluir, então, que ambos os tipos de hipnose são opções de tratamento interessantes, e que cada técnica deve ser utilizada respeitando a individualidade do paciente. Além disso, é possível associar ambas para a obtenção de uma abordagem mais completa ou adaptada à determinada situação.

Hipnose Clássica em Campinas-  Dra. Milena Ferreira 19 999229272

Hipnose clínica em Campinas

Hipnoterapia

Hipnoterapeuta

Hipnose Ericksoniana

Instituto Paulista de Hipnose

É possível utilizar a hipnose como cura para traumas psicológicos?

o-que-e-pnl1-800x480

Durante a vida, segundo a psicologia, a maioria de nós deve passar por alguma experiência que pode causar um trauma psicológico, o que, algumas vezes, acarreta comprometimentos cognitivos, emocionais e físicos. Mas essas consequências não precisam ser permanentes, graças à existência de diferentes métodos terapêuticos para curá-las ou, pelo menos, minimizá-las.

Entre essas técnicas está a hipnose, que, apesar de ainda gerar alguma desconfiança em muitas pessoas, é uma ferramenta de apoio ao diagnóstico e tratamento médico reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina. Para explicar como funciona a hipnose como cura, no entanto, é importante primeiro esclarecer como acontecem os traumas psicológicos.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura!

O que é um trauma psicológico

Assim como sugere o nome, um trauma psicológico nada mais é do que uma ferida inicialmente “não física” causada por algum evento de dor ou estresse psicológico que ultrapassa a capacidade da pessoa de lidar com esse tipo de sentimento e situação. Não é possível listar exatamente quais eventos causariam um trauma psicológico, porque a forma como cada pessoa encara esses episódios de dor ou estresse psicológico é única. Alguns exemplos, porém, são a morte trágica de um familiar ou um acidente de carro ou aéreo.

Ao contrário de lesões físicas, que se fecham naturalmente, a ferida psicológica conta com a ajuda do próprio cérebro para se manter aberta, por meio da memória. É ela quem organiza e reconstrói a experiência traumática, propiciando à pessoa reviver as mesmas emoções do evento traumático ao passar por algo semelhante ou relembrar o ocorrido. A partir disso, a pessoa apresenta sintomas cognitivos (confusão mental, incredulidade, pesadelos, etc.), emocionais (ansiedade, irritabilidade, tristeza, etc.) e até físicos (abuso de drogas, fadiga, náusea, etc.).

A hipnose como cura para o trauma psicológico

Por meio da hipnose, o terapeuta conduz a pessoa a um estado semelhante ao de extremo foco ou concentração, o transe. Nele, o cérebro opera entre o estado de vigília em que vive quando estamos acordados e a razão está controlando os instintos e emoções, e o estado de transe profundo, que é aquele em que a pessoa está desacordada. Isso permite que o terapeuta trabalhe para ressignificar os fatos traumáticos para a pessoa, diminuindo ou até eliminando o trauma e seus sintomas.

Além de localizar a origem do trauma e fazer com que a pessoa perceba os eventos de uma forma diferente — por vezes, conduzindo-a para que ela avalie o acontecimento traumático a partir da perspectiva de um observador externo e, por outras, ajudando a desapegar das emoções negativas ligados ao trauma — o terapeuta procura, também, restabelecer a sensação de proteção do paciente e regular a sensação de afeto, lhe ajudando a desenvolver novas habilidades para lidar com outras situações de estresse psicológico.

Não existe uma forma única de conduzir uma sessão de hipnose, por isso, alguns terapeutas podem optar por uma conversa antes da condução ao transe ou só explicar rapidamente o que acontecerá na sessão. A forma como é feita a condução e o acesso a memórias traumáticas também pode variar, por isso, é difícil dizer com certeza se haverá lembranças claras do que foi dito durante o transe ou não.

Independentemente dos métodos, os resultados podem ser obtidos em apenas algumas sessões. A cura ou minimização dos traumas, no entanto, vai depender não apenas da sessão ou da qualidade do profissional, mas também da predisposição do paciente para se deixar hipnotizar e da crença no próprio uso da hipnose como cura.

Você já usou a hipnose ou alguma outra terapia para curar traumas psicológicos? Comente abaixo e conte para a gente a sua experiência!

Texto escrito por Erick Heslan

Hipnose em Campinas é com Dra. Milena Ferreira 19 999229272

Hipnoterapia em Campinas

Hipnose Ericksoniana

Hipnoterapeuta em Campinas Dra. Milena Ferreira